COMO COMPRAR MOTO EM LEILÃO

Em todo Brasil ocorrem diversos leilões de motos oferecendo ótimas oportunidades para quem deseja comprar uma moto com preço abaixo do valor de mercado. Os leilões são promovidos por leiloeiros contratados pelas mais diversas empresas e entidades. Os leilões de motos mais comuns são promovidos pelo DETRAN, normalmente são motos apreendidas e que não foram reclamadas pelos donos. Também existem os leilões de motos de empresas que possuem frota de motos e que para renovar a frota vendem as motos usadas. Bancos e a justiça também enviam motos para leilão.

Informe-se na sua cidade onde fica localizado os leiloeiros. Pela internet mesmo você pode buscar por “Leiloeiro Oficial” seguido do nome da sua cidade em um site de busca. Verifique no site do leiloeiro as datas de leilões que possuem motos, muitas vezes não são realizados leilões específicos só para motos, elas podem ser parte de um leilão que envolvem outros produtos e equipamentos, mas também existem aqueles leilões específicos só para motos e automóveis.

Verifique a data de de visitação das motos. Normalmente a data de visitação acontece pelo menos um dia antes do leilão. Todos os lotes de motos vendidas em leilão devem estar devidamente documentadas. Isto só não ocorre em caso de sucatas de motos que são bens vendidos sem direito à documentação, com intuito apenas do aproveitamento das peças. Infelizmente motos vendidas sem direito a documentação ou sem baixa no DETRAN porque as sucatas ficam sem identificação, impossibilitando a regularização. O fato é que as motos vendidas como sucata só podem ser aproveitadas para aproveitamento de peças.

É importante ficar atento que o preço do arremate da moto não é exatamente o preço que você terá que pagar para ter a moto comprada no leilão. Lembre-se que além do preço da moto você precisa pagar 5% referente à comissão do leiloeiro, além de outras despesas administrativas que dependem de cada leilão e leiloeiro.

O preço de uma moto oferecida em leilão costuma ser entre 20% e 30% abaixo do valor de mercado, só que isto não é regra. Você precisa ser capaz de verificar se o preço é realmente vantajoso com base no preço da moto e do estado de conservação da moto.

Para comprar motos em leilão é necessário ser maior de 18 anos, possuir CPF, RG e uma folha de cheque de mesma titularidade. No ato da compra, você deverá fornecer cheque em caução, que será devolvido após a efetiva transferência de pagamento.

O pagamento costuma ser feito até o primeiro dia útil após o leilão, retirando assim a nota de venda e autorização para a retirada da moto. Quando o pagamento é feito eles emitem a nota de venda e o documento que permite transitar normalmente com a moto. Alguns dias depois você pode pegar o CRV no leiloeiro que já fica preenchido no nome do arrematante. Depois basta ir até o Detran.

Se você não for capaz de verificar o estado da moto antes de comprar é interessante pagar um mecânico para ir com você até o local onde a moto se encontra.

CONSÓRCIO DE MOTO x FINANCIAMENTO DE MOTO

Hoje vou mostrar as diferenças entre consórcio de moto e financiamento de moto para quem está em dúvida sobre qual dos dois é mais vantajoso. Atualmente existem três formas de se comprar uma moto quando não se tem o dinheiro para comprar à vista. 1) Empréstimo; 2) Financiamento; 3) Consórcio.

Como o valor das motos mais populares são muito baixos, existem casos onde é possível conseguir um empréstimo no banco. Existem até aqueles que parcelam a moto no cartão de crédito. Outra forma seria fazer o financiamento da moto através da concessionária ou através de bancos e financeiras. A última alternativa seria fazer um consórcio de moto. A melhor escolha vai depender de quanto tempo você pretende esperar para ter a moto, e quanto você deseja pagar pela moto.

Se você precisa da moto com urgência a melhor opção seria o financiamento ou empréstimo. O problema é que estas opções são justamente mais caras. Você vai pagar mais caro pela moto por precisar dela com urgência na sua garagem. Já quem pode esperar alguns anos, a melhor opção seria fazer o consórcio. Por isto o consórcio é muito usado por quem já possui uma moto e está planejando trocar de moto nos próximos anos.

Quando você financia a moto o dinheiro é liberado imediatamente quando seu crédito é aprovado e para a concessionária é como se você estivesse comprando o veículo à vista. Já você assume a dívida com a financeira e fica pagando as parcelas com juros ao longo de meses ou anos.

Já quando você faz um consórcio a moto não é entregue imediatamente. Você estará adquirindo cotas de uma carta de crédito. Todos os meses existem sorteios entre os vários cotistas que contribuem para o fundo. Se você for contemplado, receberá o valor integral para compra da moto e continuará a pagar o consórcio normalmente.

Vantagens do Consórcio de Moto

No consórcio não existe cobrança de juros. Você só pagará taxas administrativas que muitas vezes são inferiores a qualquer taxa de juros cobrada pelo mercado. O consórcio funciona como uma poupança forçada, é perfeito para quem tem dificuldade de juntar dinheiro por conta própria. Você pode receber a moto antes de pagar todas as parcelas graças aos sorteios. Você também pode fazer um grande lance e receber a moto antecipadamente. Faça uma simulação de consórcio de moto e uma simulação de financiamento e compare os custos.

Preste atenção para o valor das taxas cobradas por cada consórcio. Compare entre os diversos consórcios de moto para ver qual é o mais vantajoso. Cada instituição que administra consórcios é livre para fixar o percentual que será cobrado, por isto é tão importante fazer uma boa pesquisa.

Outra vantagem do consórcio é a menor burocracia. Para conseguir um financiamento você precisa passar por uma avaliação de crédito rigorosa e muitas vezes o banco não libera o financiamento. No caso do consórcio esta burocracia e exigência é menor já que você não recebe a moto de imediato. O consórcio também permita que você desista dele. Então caso você fique desempregado é possível desistir do consórcio, já no caso de desistir de pagar um financiamento a situação é bem mais difícil. Se você desistir do consórcio de moto terá que esperar para receber de volta o dinheiro pago. Normalmente quem desiste do consórcio precisa pagar uma multa prevista em contrato.

No contrato você também vai saber quais são os critérios usados para corrigir os valores pagos das parcelas do consórcio. O mais comum é utilizar a variação de preço da moto. Desta forma se o preço da moto subir as suas parcelas também tenderão a subir.

Vantagens do Financiamento de Moto

A vantagem do financiamento é ter a moto imediatamente. Normalmente quem compra moto financiada tem o perfil de uma pessoa que não sabe poupar, não sabe esperar, não tem disciplina e nem paciência para fazer uma poupança própria para comprar o que deseja. Então precisa do dinheiro de bancos e financeiras emprestado para antecipar aquilo que deseja. Para isto precisa pagar juros elevados que é a remuneração que o banco recebe por emprestar o dinheiro. Uma desvantagem do financiamento é que os bancos se recusam a financiar a moto com mais facilidade caso encontre algum problema na sua avaliação de crédito.

SIMULADOR DE CONSÓRCIO DE MOTO

Reuni neste artigo todos os simuladores de consórcio de moto que existem atualmente na internet. Em poucos minutos você vai poder comparar entre diversos consórcios e descobrir qual oferece melhores vantagens na hora de comprar motos Honda, Yamaha ou de qualquer outra marca.

Existem muitas vantagens do consórcio sobre o financiamento, só que também existem desvantagens. Antes de começar a ler sobre os simuladores de consórcio eu recomendo que você leia o artigo das vantagens e desvantagens do consórcio de moto.

Simulador de Consórcio da Honda
Temos um artigo que ensina passo-a-passo como fazer simulações de consórcio para quem pretende comprar uma moto Honda que segundo as pesquisas recentes, continua sendo a moto mais vendida do Brasil. É possível simular consórcio da POP 100, Lead 110, Biz 125, CG 125, NXR 150, CRF 230, XRE 300, CB 300, CB 600F e a sonhada Shadow 750. Da para simular em 70 parcelas, 60, 50 e 36 parcelas. Eu sinceramente acho mais de 36 parcelas (3 anos) muita coisa. Ficar 70 meses que equivale a 5 anos e 10 meses pagando consórcio de moto não parece ser muito vantajoso. Clique aqui para aprender a usar o simulador de consórcio Honda

Simulador de Consórcio de Moto da Caixa Econômica Federal

Um banco conhecido e de confiança que tem um bom consórcio é a Caixa. Eles oferecem carta da de crédito de R$ 5 mil a no máximo R$ 10 mil. A carta de crédito de R$ 5 mil é suficiente para comprar uma boa moto popular e as parcelas chegam a valer apenas R$ 88,73. Veja o artigos que temos sobre o simulador de consórcio de motos da Caixa.

Simulador de Consórcio de Motos do Banco do Brasil

Através do Banco do Brasil também é possível comprar motos em consórcio, principalmente as motos da Honda e da Yamaha. Quando fiz a pesquisa localizei o consórcio da moto YBR 125 FACTOR em 60 parcelas de R$ 121,47. Tinha ainda o consórcio da CG 150 TITAN, consórcio da NXR 150 BROS MIX, Yamaha FAZER, XTZ 250 LANDER, CB 300R, XRE 300, NINJA 250R que é uma moto cara que cusa mais de 15 mil com parcelas de R$ 316,92. Também tinha um consórcio para a moto Z750 que custa mais de 22 mil.  Clique aqui para aprender a usar o simulador de consórcio do Banco do Brasil

Simulador de Consórcio Yamaha

A Yamaha, da mesma forma que a Honda, também tem um consórcio próprio para suas motos. É possível simular o consórcio das seguintes motos: CRYPTON K, FAZER YS250, LANDER 250, NEO AT115, TTR 230, XJ6 F, XJ6 N, XT 660 R, XT 660Z TÉNÉRÉ, XTZ 125 E, XTZ 125 K, XTZ 125X E, XTZ 250 TENERE, XVS 950, YBR 125 E FACTOR, YBR 125 ED FACTOR e a YBR 125 K FACTOR. Clique aqui para aprender a usar o Simulador de Consórcio da Yamaha

 

SIMULADOR DE CONSÓRCIO YAMAHA

Você vai aprender a usar o simulador de consórcio da Yamaha online. Pela internet mesmo você vai pesquisar o preço das parcelas, verificar quais motos da Yamaha podem ser compradas através de consórcio e qual as vantagens e desvantagens de se fazer um consórcio em relação ao financiamento.

Quem já tem uma moto usada e pretende trocar de moto nos próximos anos tem o perfil ideal para fazer um consórcio. Isto porque você já tem uma moto e não precisa correr para fazer um financiamento para trocar a velha por uma nova. Tendo paciência é possível economizar um dinheiro bom através do consórcio que costuma ter custos menores que o financiamento. Leia o artigo que temos sobre as vantagens e as desvantagens do consórcio. Neste artigo também temos dicas de financiamento caso você observe que o financiamento é mais vantajoso para sua necessidade neste momento.

Acessar o simulador de consórcio da Yamaha

A Yamaha tem um site específico para consórcios que você pode visitar clicando aqui. Neste site é possível fazer simulações para o consórcio de quase todas as motos da Yamaha. Também da para simular o consórcio de motores de popa Yamaha e dos quadriciclos Yamaha. Ao acessar o link

Como usar o simulador de consórcio

Agora você deve selecionar o estado onde você mora. Observe o campo de seleção no canto inferior do lado direito da tela. Após selecionar o estado vai aparecer a opção de selecionar o modelo da moto. Quando visitei o simulador no dia em que escrevi este artigo as motos que podiam ser compradas através do consórcio eram a CRYPTON K, FAZER YS250, LANDER 250, NEO AT115, TTR 230, XJ6 F, XJ6 N, XT 660 R, XT 660Z TÉNÉRÉ, XTZ 125 E, XTZ 125 K, XTZ 125X E, XTZ 250 TENERE, XVS 950, YBR 125 E FACTOR, YBR 125 ED FACTOR e a YBR 125 K FACTOR. Uma vantagem do consórcio Yamaha é que ele já existe a mais de 30 anos e está presente em mais de 450 Concessionárias Autorizadas Yamaha. Com isto eles estão na lista dos 10 maiores administradoras de consórcios do Brasil. Como em todo consórcio eles não cobram juros e nem taxa de adesão. O consórcio pode ser pago em 36, 50, 60 e 72 parcelas.

Quando escrevi este artigo simulei o consórcio da Factor YBR 125 ED para uma pessoa que mora em São Paulo. O resultado foram 36 Meses de R$ 249,65. Para quem prefere pagar em 50 Meses o valor da parcela cai para R$ 183,64. Para 60 prestações o valor fica em R$ 156,39 e em 72 parcelas o valor fica em R$ 135,01.

Compartilhe estas dicas e orientações de como usar o simulador com seus amigos que estão planejando comprar uma moto Yamaha.

 

CONSÓRCIO DE MOTO, VANTAGENS E DESVANTAGENS

Você vai saber neste artigo quais são as vantagens de um consórcio de moto e quais são suas desvantagens. Como todo existem pontos positivos e pontos negativos que você precisa conhecer para poder avaliar se pessoalmente é bom ou ruim para você.

Vantagens do consórcio de moto:

  1. Consórcio de moto não tem cobrança de juros, você só paga taxa administrativa. No financiamento você paga juros e taxas.
  2. Se você estiver passando por situação financeira difícil, existem alguns consórcios que permitem adiar o pagamento das prestações. No financiamento o banco ou a financeira toma sua moto e coloca para leilão.
  3. Depois que você é sorteado ou contemplado com sua moto, seja através de sorteio ou de lance, o pagamento do restante das parcelas devidas é semelhante a pagar um empréstimo sem cobrança de taxa de juros. Dependendo das taxas de juros das aplicações pode até ser mais vantajoso manter seu dinheiro guardado e investido e pagar as prestações do consórcio com os juros.

Desvantagens do consórcio de moto

  1. As prestações não são fixas. Elas precisam subir ao longo do plano já que o preço das motos podem sofrer aumento e no final do pagamento é necessário manter o valor de compra do que foi pago.
  2. Para conseguir dar um lance é importante ter pelo menos 50% do valor da moto.
  3. Você não recebe a moto imediatamente, você precisa ser contemplado através de sorteio ou através de lance.
  4. O bem fica alienado até a quitação, só que isto também é uma desvantagem de qualquer financiamento.

O que mais estimula as pessoas a fazer consórcio de moto não são as desvantagens do consórcio mas sim as desvantagens de um financiamento. Como você deve saber as taxas de juros cobradas em qualquer financiamento são sempre muito elevadas e quando você faz simulações de consórcio e financiamento acaba percebendo que o consórcio acaba sempre oferecendo custos menores. Outro grande problema do financiamento é a burocracia, ter o crédito aprovado financiamentos está cada dia mais difícil, muitas vezes você precisa incomodar as pessoas para que se tornem fiadoras. Outro problema do financiamento é que se você atrasar as parcelas a moto pode ser retomada e leiloada.

Melhores consórcios de Moto

Agora você precisa gastar um bom tempo pesquisando um bom consórcio de moto. Não aceite a primeira proposta que aparecer pela frente. Temos um artigo que fala sobre o consórcio de motos Honda. Temos outro que fala do consórcio de motos da Caixa e do consórcio de motos do Banco do Brasil

Para quem acha financiamento melhor que consórcio

O financiamento só é mais vantajoso que o consórcio quando você é uma pessoa que não tem paciência para juntar dinheiro para dar um bom lance no consórcio e ter sua moto mais rapidamente, ou não tem paciência de esperar ser contemplado. No financiamento você entre na concessionária sem dinheiro e sai com uma moto e uma dívida para pagar, mas a moto está a sua disposição para ser usada. Se este é o seu caso veja um artigo que temos que ensina como fazer simulação de financiamento de motos Honda e também como fazer simulação de financiamento de motos Yamaha

SIMULADOR FINANCIAMENTO MOTO YAMAHA

Hoje vou mostrar como usar o simulador de financiamento de moto Yamaha para ajudar quem estiver planejando comprar uma moto financiada. A Yamaha é a segunda marca de moto mais vendida no Brasil só perdendo para as motos Honda, inclusive já temos um artigo sobre o financiamento de motos Honda.

Financiamento no Feirão Yamaha

As duas motos Yahama mais vendidas do Brasil continuam sendo a Yamaha YBR 125, Yamaha Fazer 250 e Yamaha T115 Crypton. As três podem ser financiadas com muita facilidade principalmente quando acontece o Feirão de Fábrica da Yamaha ou durante alguma promoção de motos ou ofertas de fim de semana. Vou dar um exemplo. Enquanto este artigo estava sendo escrito existia um Feirão da Yamaha chamado Feirão do Preço Baixo. A Yamaha Factor YBR 125 estava sendo oferecida com preço de nota fiscal de fábrica para quem deseja comprar à vista e taxa de juros de 0,99% ao mês. No feirão o preço caiu de R$ 5.830,00 para R$ 5.140,00. Já financiado bastaria dar uma entrada de R$ 1.028,00 e o restante em 36 parcelas de R$ 192,82. Já para comprar a Fazer YS 250 o preço à vista era de R$ 11.279,00 mas no financiamento ficaria uma entrada de R$ 3.383,70 e o financiamento em 24 vezes de R$ 405,18. Desta forma vale a pena esperar algum tipo de promoção ou feirão Yamaha para pegar preços mais baixos e condições de financiamento melhores.

Taxas de Juros para Financiamento de Moto

Sabendo a taxa de juros cobrada pelo banco para financiar a moto ou emprestar dinheiro para comprar a moto financiada é possível fazer simulações em casa. Como é possível comprar uma moto por menos de R$ 6 mil existem diversas formas de financiar a moto ou até conseguir um empréstimo equivalente o que falta para comprar a moto. O importante é saber quanto é a taxa de juros CET cobrada pelo banco. Vou dar um exemplo. No artigo sobre empréstimo do Banco do Brasil para pessoa física você vai conhecer algumas formas de conseguir dinheiro emprestado para comprar uma moto e um link que leva para o Banco do Brasil onde podemos ver a taxa de juros mensal de diversos tipos de empréstimo e também as taxas de juros de financiamento pelo BB. Veja os bancos que cobram menores taxas de juros para empréstimo, atualizado todo mês. O importante é você saber as taxas de juros de pelo menos 3 ou 4 bancos para encontrar o que cobra menos para emprestar o dinheiro.

Simulador de Financiamento de Moto Yamaha

Agora que você sabe a taxa de juros, ou tem uma ideia de quanto os bancos estão cobrando faça uso do simulador de financiamento de moto clicando aqui. Vai funcionar da seguinte forma. Digite o valor que você precisa financiar no campo “valor financiado”. Não utilize os centavos e nem pontos e nem virgulas. Se deseja 5 mil financiado digite dessa forma: 5000

Agora na taxa de juros coloque a taxa de juros anual. Se o banco só fornece a mensal multiplique por 12. No lugar de virgulas utilize ponto. No campo de prazo de pagamento coloque o número de anos que deseja pagar. Se o financiamento é de 36 meses então digite 3 anos, se for 24 meses digite 2, se for 12 digite 1. Para exemplificar simulei o financiamento de 5 mil com taxa de juros de 12% ao ano e para pagar em 3 anos que equivale a 36 parcelas. O resultado mostrou uma prestação fixa de R$ 166 reais por mês. Financiada a moto ficaria R$ 978.52 mais cara devido aos juros e no final os 5 mil representariam uma dívida de R$ 5978.52. O bom do simulador é fazer testes reduzindo o prazo de pagamento para ver se as parcelas sobem de valor, aumentando ou reduzindo a taxa de juros para ver o que representa subir 1 ou 2 % ao ano no valor das suas parcelas, o que significa se você der uma entrada de R$ 1000 reais ou R$ 2000 reais reduzindo assim o valor que você precisa financiar. Você vai chegar a conclusão que bom mesmo seria pagar uma entrada grande, pagar a dívida em poucos anos, e com isto você pagará menos juros.

Consórcio de Motos Yamaha

Para quem já tem moto e precisa apenas trocar a moto usada por uma moto nova é interessante verificar as vantagens de um consórcio de motos Yamaha sobre o financiamento. A maior das vantagens é que no lugar de pagar taxas de juros você só pagará taxas administrativas. Normalmente o preço da moto financiada é mais cara que o preço de uma moto no final de um consórcio todo quitado. O importante é você simular e fazer uma comparação. Já o ponto negativo do consórcio é que você começa pagando e só depois consegue a moto através de sorteio ou dando lances. A própria Yamaha te um consórcio de motos clique aqui para ver. Só que diversos bancos possuem consórcio de motos por isto é fundamental pesquisar. Temos um artigo que fala sobre o consórcio de motos da Caixa Econômica Federal e o consórcio de motos do Banco do Brasil. Quando escrevi este artigo observei que era possível comprar uma Yamaha Factor por R$ 113,63 por mês. Para tirar uma Yamaha Fazer você precisaria pagar R$ 245,76 por mês. Já uma Yamaha Crypton custaria R$ 92,89 mensais. Então vale a pena pesquisar.

Financiamento de motos Yamaha pelo Banco Yamaha

A Yamaha tem um banco onde é possível comprar suas motos financiadas. Você pode pedir uma simulação de financiamento em qualquer concessionária Yamaha da sua cidade. O financiamento é feito pelo O CDC que significa Crédito Direto ao Consumidor. Desta forma é possível financiar motos novas e para para pessoas físicas. Segundo o site do Banco eles possuem os melhores planos de financiamento e oportunidades para você comprar sua moto nova, com opções e taxas de financiamento diferenciadas e com a garantia que só um banco de montadora poderia oferecer. De qualquer forma é fundamental pesquisar em outros bancos para ter certeza se eles realmente oferecem as melhores condições de financiamento. Procure uma Concessionária Yamaha cadastrada como Correspodente do Banco Yamaha e conheça as opções mais adequadas às suas necessidades. Para saber onde tem concessionária Yamaha clique aqui e faça a pesquisa.

Agora indique este artigo para aquele seu amigo ou parente que está interessado em comprar uma moto financiada e não sabe por onde começar a pesquisar.

PREÇO DAS MOTOS IMPORTADAS VAI AUMENTAR COM NOVO IPI

Agora vai ficar mais caro comprar motos importadas. O governo aumentou o IPI que é o Imposto sobre Produtos Industrializados para motos importadas com alíquotas que passaram de 20% a 30% para 35%. O governo tomou esta medida para prejudicar a venda de produtos importados que geram empregos em outros países como é o caso das motos importadas da China.

As motos que são em sua maioria produzidas na Zona Franca de Manaus não vão sofrer aumento de IPI. Quem planejava comprar motos importadas, principalmente aquelas mais baratas que concorriam diretamente com as motos populares da Honda e da Yamaha deve ficar atento para a mudança de preços.

Recentemente o governo reduziu o IPI de todos os carros, até aqueles importados de países do Mercosul e do México. Só que esta redução de impostos para veículos só vai durar até o dia 31 de agosto deste ano. Depois da queda de preço do IPI para veículos e da queda no valor dos juros para financiamento de veículos muitos que planejavam comprar uma moto já pensam na possibilidade de comprar um carro financiado. O IOF que é um imposto que é pago por quem faz financiamentos também foi reduzido recentemente pelo governo. Existem alguns carros que tiveram redução de preço de até 11,5%.

QUAL A MELHOR MOTO BARATA DE BOM CUSTO-BENEFÍCIO

Hoje vamos tirar a dúvida de quem pretende comprar uma moto de baixa cilindrada para uso urbano. Uma moto barata, para ir para o trabalho e faculdade. Para isto vamos avaliar 3 motos baratas de 3 marcas diferentes que são a Honda CG 125 Fan, Yamaha YBR 125 e Dafra Riva 150. Em artigos anteriores já comentamos sobre o financiamento da Honda CG 125. Também já falamos sobre a compra a moto Yamaha YBR 125. E também temos um artigo com comentários sobre a Dafra Riva 150. As duas primeiras estão na lista das motos mais vendidas do Brasil.

De cada 10 pessoas que compram moto no Brasil, entre 7 e 8 escolhem uma moto de 125 ou moto 150. E de cada 100 pessoas que compram estas motos 97 escolhe ou Honda ou Yamaha apesar de existirem diversas outras marcas. Destas 97 pessoas, 89 compram Honda e 8 compra, Yamaha. Por isto vamos avaliar as duas motos mais vendidas com uma Dafra Riva 150 que tem preço equivalente.

O que deixa muito consumidor brasileiro com dúvida é o fato desta moto da Dafra ser um modelo importado da China. Ela é fabricada em parceria com uma outra empresa e atualmente ela é vendida no Brasil por R$ 4.990,00.

Apesar de ser uma moto 150 ela é mais barata que a Yamaha YBR 125 Factor K que custa R$ 5.830,00 e Honda CG Fan 125 KS que custa R$ 5.280,00. E por isto muita gente fica na dúvida se não é melhor pegar uma Dafra 150 pagando menos do que uma Yamaha ou Honda de 125 pagando mais. E como fica o fato de ser uma moto Chinesa? Outras motos dentro de faixa de 125 e 150 são a Speed 150 que custa R$ 4.490,00 e a Apache 150 que custa R$ 5.990,00.

A Honda CG Fan 125 KS segundo as últimas pesquisas é a moto mais vendida do Brasil. Todos os meses mais de 30 mil motos são vendidas. A Honda também tem motos muito vendidas como a Honda CG 150 Fan e CG 150 Titan que custam mais de R$ 6.380,00. Além da Honda e a Yamaha outra opção seria a Suzuki Yes 125 R$ 5.890,00 e Suzuki GSR 150i que custa R$ 6.829,00

A primeira coisa que as pessoas olham quando vão comprar uma moto além das cilindradas é a beleza. A Riva 150 da Dafra em um visual mais bonito principalmente devido ao seu desenho do farol frontal que é mais bonito, sai do tradicional redondo. A Honda CG e Yamaha YBR são bem parecidas. O visual da Riva 150 lembra a Titan 150 da Ronda com relação ao farol dianteiro. O painel da Dafra e as lanternas traseiras também parecem com visual mais atualizado. O mostrador da Dafra mistura analógico e digital já na Honda e Yamaha temos aquele tradicional visor analógico redondo.

A Dafra Riva só tem 1 versão que já é a mais completa com partida elétrica, lampejador de farol, freio a disco na dianteira e rodas de liga-leve. Já a Honda CG e Yamaha YBR tem rodas raiadas e com partida elétrica, partida elétrica e a Yamaha tem lampejador e corta-corrente que não existe na Dafra Riva.

A Yamaha YBR ED que é a versão mais completa em acessórios custa mais caro ainda chegando a R$ 6.920,00. Já a versão Honda 125 mais completa custa R$ 5.780,00 só que mesmo mais cara ela não tem rodas de liga-leve, e nem lampejador e corta-corrente. Agora entre comprar uma Yamaha ED e uma CG Titan é importante avaliar porque os preços são parecidos.

Avaliando todos esses fatores a Dafra Riva parece mais vantajosa, mas o brasileiro continua com forte preconceito em relação a qualquer produto importado da China. Não é a toa que as empresas precisam baixar preços para romper essa barreira. Assim a Dafra parece oferecer o melhor custo-benefício, o problema é que você precisa avaliar como está a qualidade da assistência técnica da Dafra na sua cidade, e peças de reposição nas sua localidade em relação a Honda e a Yamaha. Muitos motociclistas continuam comprando Honda e Yamaha por acreditarem que estas motos estão mais adaptadas e configuradas para as condições brasileiras. Outra questão que precisa ser avaliada é que apesar da Dafra Riva ser mais barata na hora da compra, como fica a situação na hora da revenda da moto? A procura por motos Honda e Yamaha usadas é grande e a revenda acaba sendo bem fácil.

HONDA SHADOW 750 SIMULADOR DE FINANCIAMENTO E PARCELAS

Irei falar hoje sobre o financiamento da Honda Shadow 750, uma das melhores e mais desejadas motos da Honda no Brasil e que infelizmente também é uma das mais caras. Hoje em dia ficou mais fácil comprar motos financiadas e por isto muita gente está realizando o sonho de ter uma moto de altíssima qualidade como a Honda Shadown.

Quando este artigo foi produzido a Honda divulgava o preço da Shadow 750 em R$ 28.880,00 na versão STD) e R$ 31.380,00 na versão com ABS. A Shadow 750 é uma moto com OHC, bicilíndrico em “V”, 4 tempos, arrefecido a líquido e 745cm³ cilindradas. Tem potência de 45,5cv a 5.500rpm e sua Injeção é Eletrônica PGM-FI. Possui transmissão de 5 velocidades, tem partida elétrica e tanque com capacidade de 14,6 litros. O seu lindo chassi é do tipo Berço duplo. Devido ao seu tamanho ela pesa 229kg.

Ao visitar a concessionária Honda você pode solicitar a simulação de financiamento através do Banco Honda. Depois é interessante pegar outras simulações em bancos onde você possui conta, principalmente o banco onde você tem a sua conta salário. Os bancos onde você já tem relacionamento costumam oferecer crédito pré-aprovado e taxa de juros menores do que os bancos onde você não tem conta. Solicite ao gerente a taxa de juros C.E.T. que é o custo efetivo total que já inclui todas as despesas do financiamento da moto. Com as taxas de juros nas mãos você pode fazer simulações em casa mesmo utilizando o simulador de financiamento para motos (clique aqui para ver).

Já temos aqui diversos artigos sobre bancos que oferecem financiamento para motos, é o caso do financiamento de motos do Itaú, financiamento de motos da Caixa Econômica Federal, financiamento de motos pelo Banco do Brasil e o financiamento de motos pelo Banco Honda.

O ideal é que você consiga dar uma boa entrada para que o financiamento da Shadow não fique pesado. Se você tem dificuldade em juntar dinheiro leia o artigo que ensina como juntar dinheiro para comprar moto. Se você for organizado e disciplinado nem vai precisar de financiamento, da para juntar o dinheiro para comprar a Honda Shadow 750 à vista. Mas se você não tem paciência e não sabe esperar pode juntar um pouco e dar de entrada. Vamos supor que você financie 100% do preço da moto na sua versão mais completa que custa R$ 31.380,00. Vamos usar o simulador de financiamento de motos que indiquei mais acima no artigo. Digite o valor a ser financiado, a taxa de juros e a quantidade de anos de parcelamento. Vamos supor que a taxa de juros seja de 18% e o prazo de pagamento seja de 5 anos. O resultado seria 60 parcelas de R$ 796.85. Se você financiasse só 15 mil reais para dar o restante de entrada, as parcelas seriam de R$ 380,90 que já cabe no bolso com mais facilidade. Se resolvesse pagar estes 15 mil emprestados em 2 anos no lugar de 5 anos a parcela passaria para 748,86 só que no total seriam pagos R$ 2972.64 de juros. No parcelamento em 5 anos ou 60 vezes este custo seria de R$ 7.854,00 só de juros. Desta forma use o simulador para simular diversas situações diferentes de financiamento. Você vai perceber que quanto menor o prazo menos você vai gastar com juros e maior será a parcela. Quanto maior sua entrada menor será seu custo com juros de financiamento. Para conhecer fotos e todos os detalhes técnicos da nova Honda Shadow 750 visite o site oficial da moto clicando aqui

FINANCIAMENTO HONDA CB 1000R, SIMULADOR, PREÇO E PARCELAS

Vamos conversar hoje sobre como fazer um financiamento da Honda CB 1000R, uma das melhores motos da Honda vendidas no Brasil e que facilmente pode ser financiada. Por ser praticamente uma moto de corrida a Honda CB 1000R não está na lista das motos mais silenciosas, mas com certeza é uma das motos mais desejadas.

Quando este artigo foi escrito o modelo Honda CB 1000R Standard que é a versão mais barata custava R$ 37.800,00 Standard e para quem tem um pouco mais de dinheiro para investir a melhor opção seria a Honda CB 1000R C-ABS de R$ 40.800,00. A CB 1000BR é uma moto com DOHC, 4 cilindros em linha, 4 tempos de 998,3 cm³ contando com Injeção eletrônica PGM-FI eu uma potência máxima chegando a 125,1cv a 10.000rpm. Ela tem transmissão de 6 velocidades, sistema de partida elétrico e tanque com capacidade para 17 litros. O Chassi desta moto é todo de alumínio e no total ela pesa 208kg na sua versão mais completa e cara. É claro que os preços acima mudam dependendo do estado pois existem custos de frente para saber o preço atualizado clique aqui.

O primeiro passo na hora de financiar uma moto Honda CB 1000R é consultar no mínimo 3 ou 4 bancos solicitando um orçamento, as condições do financiamento e principalmente a taxa de juros, o ideal é que seja a taxa C.E.T. que é o custo efetivo total do financiamento. Já temos aqui diversos artigos sobre bancos que oferecem financiamento para motos, é o caso do financiamento de motos do Itaú, financiamento de motos da Caixa Econômica Federal, financiamento de motos pelo Banco do Brasil e o financiamento de motos pelo Banco Honda.

O ideal é que você junte pelo menos 50% do valor da moto CB 1000R antes de pedir o financiamento. Quanto maior a entrada mais fácil você consegue financiar, menor são os juros, menor é seu custo com pagamento de juros para o banco, menor ficam as parcelas, e você pode até optar por parcelas maiores com prazos de pagamento menores. Para fazer simulação eu recomendo que visite a página de simulação de financiamento de motos. Vamos supor que você deseja financiar 100% do preço da HONDA CB 1000R que seria R$ 40.800,00. Vamos digitar isto no campo “valor do financiamento” sem usar virgula ou centavos. Vamos supor que o banco tenha lhe informado que vai cobrar uma taxa de juros de 20% ao ano. Digite isto no campo “taxa de juros ao ano” e depois informe em quantos anos você pretende pagar, irei colocar 4 anos como exemplo. O resultado são parcelas mensais de R$ 1.241,56 em 48 prestações. A moto que antes custava 40 mil agora cusa mais de 59 mil já que só de juros você pagaria quase 19 mil. Usando este simples simulador você pode reduzir o valor financiado supondo que você tenha uma quantia para dar de entrada. Você vai ver uma forte redução no valor das parcelas. Se você reduzir o prazo vai ver as parcelas subindo e o custo final com os juros caindo. Se fizer o contrário aumentando o prazo de pagamento vai ver as parcelas mensais caírem mas observará que o custo final só pagando juros será maior. Para acessar fotos da nova Honda CB 1000R clique aqui